Viajante, mochileiro, turista… o que você quer ser?

Follow my blog with Bloglovin

Eu quero ser tudo isso, nada disso, um pouco de tudo isso em cada viagem.

Eu quero conhecer o mundo, o meu mundo, feito dos lugares que eu fui, das experiências que tive, das dificuldades que passei e das culturas que eu conheci.

Eu quero viajar de moto, de carro, de avião, de trem,  à pé e quero que cada meio de transporte me proporcione ver cada lugar de um ângulo diferente, em uma velocidade diferente.

Eu quero entender como os as pessoas vivem no local, pegar o metrô, o ônibus, comer onde eles comem.  Mas eu também quero visitar aquele lugar que todo mundo visita, tirar aquela foto que todo mundo tira fazendo as poses que todo mundo faz.

Eu quero comer a  comida de rua, comprar temperos nos mercados populares e voltar com a mala cheia de iguarias locais.  Mas eu também quero ir naquele restaurante famoso, com toalhas na mesa e com ambiente requintado.

Eu quero dividir a cozinha de uma Guest House com outros hóspedes, conversar com eles, saber de onde vêm e por onde já viajaram.  Mas eu também quero me hospedar naquele hotel cartão postal, dormir numa cama muito macia e ter mimos me esperando no quarto.

Eu quero desbravar cada lugar à minha maneira, fazer meu próprio roteiro e conhecer tudo no meu tempo.  Mas eu também quero o conforto e a segurança de um passeio contratado, com hora de sair e de chegar e de não precisar me preocupar com planejamento.

Quero que minhas experiências sejam as melhores, pelo simples fato de que elas serão únicas.    Aquela piada que surgiu num momento de sufoco, aquele cheiro de comida que me lembra aquela barraquinha de rua, aquela foto, aquele pôr do sol que fizeram parte daquele meu momento, naquele lugar, com aquelas pessoas que estavam comigo.

Quero errar, acertar, me arrepender, fazer diferente da próxima vez ou fazer do mesmo jeito e admitir que é assim mesmo que é melhor prá mim.  Quero que minhas experiências não valham mais, nem menos ou sequer possam ser ranqueadas por qualquer que seja o critério: quanto gastei, como fui, onde me hospedei ou onde comi.

E meu rótulo?  Turista, viajante, mochileira, roots ou nutella?  Que diferença isso faz mesmo?

Publicado por Michelle Melo

Sou uma Engenheira Química que alimenta desde criança o sonho de conhecer o mundo. O sonho vem se tornando realidade a cada destino visitado, cada lembrança registrada em fotografias, meu mais novo hobby, e a cada sabor novo descoberto. Com este blog quero compartilhar minhas experiências e inspirar outras pessoas a desbravar o mundo. I'm a Brazilian Chemical Engineer who has dreamed about traveling the world since the childhood. The dream has becoming true with every new destination visited, each picture taken and all new flavors discovered. This blog is to share my amaizing experiences and inspire the readers to discover the world!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: